quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Espinhos

Sou uma rosa sem espinhos no teu jardim,
Quero te dar meus carinhos que guardo pra ti,
Se receio me queira amor, vem depressa,
Ser tua preciso ser, não me deixe assim,
No desejo sem demora espero, te quero,

Sem sentido me acho aqui, te espero,
Percorrendo o jardim da vida sem fim,
Quero dar-te sem receio no desejo,
De ser tua, e nos teus braços,
Me perco no devaneio e flutuo,

Se vivo é inexplicável dizer assim,
O sentido de todo meu seu, é teu me chame,
Meu sangue ferve na ânsia deste desejo,
Do teu corpo encontrar e nele me enrroscar,
E dentro de ti quero entrar e ficar!!!


Menduiña 20/08/09

Um comentário:

Dea Pecoraro disse...

Tem um mimo p/ vc lá no meu blog,
passe lá para retirar é com muito carinho lhe ofereço.
Bjs carinhosos
Andrea Pecoraro
http://deapecoraro.blogspot.com/