domingo, 6 de março de 2011

LUA CHEIA

Lua me chame quando ele
Ai aparecer, então diga ao
Meu amor que estou aqui
A espera que ele estenda
SUA MÃO
Diga que meu choro dói
Meus braços já estendidos,
Só esperando sua vinda,
Olho pela janela, te vejo
OH! LUA
Traga meu amor depressa
Antes que eu morra, assim,
A tristeza corroeu minha
Alma de dor deste amor
VENHA AMOR
Minhas lágrimas me fazem
Esquecer meu viver, sinto
Esvai-se dentro de mim
Nem medo tenho, apenas
TE QUERO

Poetisa Menduiña

2 comentários:

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Amiga, tua lua cheia e bela desdobrou-se numa poesia de amor e paixão.... A lua e os luares, doces encantamentos, dos que sabem amar e ser amados.
Belíssimo poema,
Abraços com ternura, jorge bichuetti

LunaDIPRIMO disse...

linda como sempre...lindos versos...bjuuuuuuuuuuuu