sexta-feira, 18 de março de 2011

OLHE


Sou solta como os pássaros
Livre como o vento forte,
Quero sentir o amor mais intenso e lindo
E teus beijos adoçando
Minha boca ansiosa por ti
Nos teus braços envolver-me
Nos teus olhos fitar sempre
Este amor que levo pra sempre
Não importa se correspondida
Fecho os olhos e me sinto
Em ti, e tu dentro de mim inteiro,
Quero sentir tuas pernas coladas
Nas minhas, esfregando,
Meu tudo no teu tudo e sorrio!
Sou meu mundo, e a ti entrego
Minha alma sedenta por ti AMOR!

MENDUIÑA

2 comentários:

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Menduiña, tua poesia é visceral e cheia de vida, uma vida de amor e paixão que nos alimenta o desejo de viver.
Abraços com ternura, Jorge

helio.rocca disse...

Uma beleza de poema que faz qualquer homem delirar. Sensual, sem perder o lirismos, a mensagem poética. Parabéns amiga. Convido-a a visitar meu blogger e também seguí-lo se assim desejar. Abraço fraterno, Helio Rocca.