segunda-feira, 24 de novembro de 2008

DEUS ME FEZ

Sou um ser feito por Deus, vivo na esperança, da esperança de viver. Vejo o sol raiar e sei que vivo estou, e agradeço por isso, e vivendo vou indo e vindo, mas sabendo que viva estou. Se estou perto ou longe não sei, só sei que ando pelos caminhos da vida. Feliz ou não, mas quero ser gente capaz de sentir o sofrimento de outros, compartilhar, mesmo não querendo ver. Sinto-me perdida na multidão da vida, sem olhar nem para frente ou para os lados, de cabeça baixa entro para dentro de mim mesma e nada vejo, sem alma, apenas o coração batendo forte e às vezes fraco por alguém que não vejo. Apenas a solidão me acompanha, a procura do AMOR que se foi sem me dizer ADEUS.

Um comentário:

ARTISTA PLÁSTICO - SILVIO RINALDI disse...

Oi querida Chiquinha, para mim a plavra é uma arma, tanto pode destruir, como proteger. A sua nos faz questionar, nos incita, nos transforma, nos move para um bem maior. Parabéns amiga pela iniciativa, gostei bastante desta última, quando vc fala no seu amor, as palavras deslizam sobre o papel e penetra em nosso coração, nos mostrando que quem as escreve é puro sentimento. Cadê as outras??

Grande abraço e sucesso.