quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Meu Mundo


AS, FLORES PODEM MURCHAR EU VOU TE AMAR,
POSSO ATÉ CHORAR MAS VOU TE AMAR
A LUA PODE DEIXAR DE BRILHAR EU VOU TE AMAR,
SE EU DESAPARECER VOU SEMPRE TE AMAR,
SE EU MORRER SEI QUE MORRES UM POUCO,
NOSSO AMOR É INFINITO CHEIO DE MISTÉRIOS,
COMO O MAR E SUAS ONDAS MAIS ALTAS,
NOSSOS BEIJOS SÃO ARDENTES COMO O SOL QUENTE,
NOSSOS CORPOS SE MOVEM COMO SÓ NÓS SABEMOS,
SEMPRE VOU TE AMAR, VOU TE AMAR E AMAR!!!




POETISA MENDUINA

Um comentário:

Antônio Lídio Gomes disse...

Francisca, mesmo escrevendo com certa melancolia, teus poemas são sempre lindos!
Parab[ens, um beijo n'alma, outro no coração.