sábado, 27 de fevereiro de 2010

Do Outro Lado da Linha


Me deixei abater numa louca solidão, deitei, meus pensamentos só tinham Um rosto, um mome, apenas digo que é poeta como eu, minha louca Imaginação voava como os pássaros, eu continuei deitada apenas pensando!O telefone tocou ! Era ele! sua voz me transportou de imediato para os lugares mais distantes e imagináveis, minha imaginação me fez sentir algo já há muito esquecido, do outro lado da linha enquanto ele meio tímido Falava, fechei os olhos e vi aquele homem, encantador, moreno, com seu Jeito rústico de ser, toca sua boca na minha me enlaço em seus braços, Meu coração batia forte e me entreguei aos seus desejos mais loucos E amei, amei, como nunca o tinha feito, nada pensei, e me deixei amar Assim, sentí sua língua tocar na minha, e descendo me beijou toda, fui ao Céus na loucura desta minha imaginação, logo acodei, era apenas um SONHO DE AMOR, LINDO SONHO!!!!

 

 
Poetisa Menduina

Um comentário:

Antônio Lídio Gomes disse...

FRANCISCA, TUAS LETRAS FALAM AO MEU CORAÇÃO, TEU POEMA É BALSAMO, ME ABASTEÇO NELAS.
bJS